noivasdepasserelle.com.br

O melhor da Kila Calçados Noivas Casamentos Vestidos de noiva Fatos de noiva Vestidos de festa Fatos de festa Fatos de noivo
O melhor da Kila CalçadosO melhor da Kila Calçados
  1. 1

Ações

  • Imprimir ou criar ficheiro
  • Ampliar imagem
 

Compartilhar

O melhor da Kila Calçados

Entrevista com Orlando Pereira (o Sr. Kila)

Noivas de Passerelle: A Kila tem uma história de empreendedorismo muito bonita. O que o senhor sente quando pensa em sua trajetória?
Orlando Pereira (Sr. Kila): Sempre tratei e trato o meu trabalho com responsabilidade e seriedade. Me sinto realizado por as clientes reconhecerem e terem confiança no meu trabalho.
 
NdP: Conquistar um público tão exigente como as noivas requer muita experiência e expertise. Como foi a mudança de seguimento da Kila? Há muitas diferenças em relação à origem?
Sr.K: O começo da Kila foi com os chinelinhos de tecido, os tamancos de madeira, as anabelas de corda, mas sempre produzi os sapatos de festa também. Na realidade, quando aprendi a profissão nas fábricas em que trabalhei, (em que os proprietários eram italianos e espanhóis), eram fábricas que faziam sapatos de festa inclusive em tecido; ou seja, aprendi o ofício com eles e como sempre tive interesse em aprender, resolvi dar continuidade àquilo que descobri que gostava de fazer. E quando abri a minha empresa, nunca mais parei, todo dia aprendo um detalhe, uma situação diferente. Para mim, é muito feliz retornar na época em que abri a empresa. Atualmente, quando encontro alguma cliente que já era minha cliente desde os anos 70, as lembranças são sempre muito boas, e é contagiante! Hoje, a minha empresa é conhecida principalmente pelos sapatos de festa, mas também produzo calçados na linha casual. Com essa trajetória, hoje, considero a minha experiência um dos pontos principais do meu negócio!
 
NdP: A Kila realiza coleções sazonais ou apenas confecciona sapatos personalizados? Como é esse processo de criação?
Sr.K: Sempre tenho modelos novos na loja. Acompanho tendências de moda e também procuro ter produtos na loja que atendam as expectativas das clientes. Muitas vezes quando crio, projeto algum modelo e que vejo que calça bem, e esse modelo as clientes gostam, procuro sempre recomendá-lo pois aliar beleza, conforto e gosto não é tão fácil.... E quando isso acontece, procuro sempre ter esse modelo na loja como opção de produto bem sucedido. Tenho alguns modelos que já tenho há algum tempo mas sempre procuro fazer alguma atualização nele. E atualmente não atendo só encomenda, a cliente pode também encontrar alguns modelos de festa, com número e 1/2 número, na pronta entrega.
 
NdP: Como caracterizariam as noivas que calçam Kila?
Sr.K: São clientes que exigem conforto, estilo e beleza.
 
NdP: As noivas não abrem mão de um bom salto no grande dia. De que forma podem manter o estilo do complemento sem deixar de lado o conforto?
Sr.K: As orientações são focadas para cada cliente. Há variações que precisamos questionar e dentro disso trabalhar cada caso. Para definir a altura de salto, é muito importante saber, por exemplo, qual é o salto que a cliente está acostumada usar (para ela não ter surpresas no dia). Normalmente, o recomendável para um conforto durante a cerimônia e a festa é no máximo uma altura 7,5 cm, e se a cliente quiser ficar mais alta do que essa altura, o ideal é subir com plataforma. Quando há plataforma, é indicado que o modelo escolhido tenha uma pulseira no peito do pé para ajudar segurar. Isso porque a plataforma tira a flexibilidade do calçado, e não é nada bacana ficar com a preocupação/sensação do sapato ou sandália ?escapar? do pé. Quanto aos modelos de salto, tenho opções desde os mais finos até os com base maior. E quanto a altura, desde os mais baixos (1,5cm) até os mais altos (15 cm, esses para uso com plataforma). Tenho clientes que não podem usar nada de salto, por conta da diferença da altura dela com o noivo. Mas também tenho as que querem usar o salto 15cm!
 
NdP: Quais os planos para o futuro da marca?
Sr.K: Manter o trabalho sério e dedicado.
 
NdP: Com tantos anos de carreira, certamente há muitos conselhos para auxiliar as noivas na compra do sapato. Que conselho acha imprescindível para elas?
Sr.K: Procurar o conforto pois é um dia que exige muito da noiva! E lógico, não esquecer da beleza... Sempre recomendo que, mesmo fazendo o calçado na minha empresa, ficar um pouco com ele antes do dia para, de fato, certificar se está tudo ok! Às vezes uma costura pode incomodar ou pode sentir um pouco justo ou soltinho, e tudo isso consigo resolver de maneira fácil sem que esses pequenos detalhes possam se transformar num grande problema de desconforto no grande dia.

Ver outros artigos

  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. 4