noivasdepasserelle.com.br

Falucho em Asuán. Cruzeiro no Nilo Noivas Casamentos Vestidos de noiva Fatos de noiva Vestidos de festa Fatos de festa Fatos de noivo
Cruzeiro no Nilo Falucho em Asuán.Cruzeiro no Nilo Falucho em Asuán.Cruzeiro no Nilo Vista do Nilo em Asuán.Cruzeiro no Nilo Vista do Nilo em Asuán.Cruzeiro no Nilo Pavilhão de Trajano.Cruzeiro no Nilo Pavilhão de Trajano.Cruzeiro no Nilo Templos de Filé, na ilha de Agilkia.Cruzeiro no Nilo Templos de Filé, na ilha de Agilkia.Cruzeiro no Nilo Templo de Ramsés II em Abu Simbel.Cruzeiro no Nilo Templo de Ramsés II em Abu Simbel.Cruzeiro no Nilo Aldeias perto de Esna.Cruzeiro no Nilo Aldeias perto de Esna.Cruzeiro no Nilo Templo de Luxor.Cruzeiro no Nilo Templo de Luxor.Cruzeiro no Nilo Artesã típica.Cruzeiro no Nilo Artesã típica.Cruzeiro no Nilo Templo das Colunas em Kom Ombo.Cruzeiro no Nilo Templo das Colunas em Kom Ombo.
  1. 1

Falucho em Asuán.

Ações

  • Imprimir ou criar ficheiro
  • Ampliar imagem
 

Compartilhar

Cruzeiro no Nilo

Levados pelo rio

Entre Asuán e Luxor, envolvidos pela magia emanada das águas do Nilo. O rio Egípcio marca o caminho a seguir por terras dos faraós, por lugares únicos onde a imaginação, por vezes, é mais forte que a realidade. Templos, altares, deuses esculpidos em pedra, mercados e um vale fértil onde nos podemos perder para sempre.
Quando Agatha Christie escolheu o Nilo como cenário de fundo para umas das suas aventuras do detetive Hércules Poirot, não se enganou no local. No mundo há poucos lugares tão misteriosos e onde a imaginação progrida tão facilmente. A escritora Inglesa, casada com um famoso arqueólogo, sabia disso. Conhecia o Egipto na perfeição e o Nilo também: contemplava-o uma e outra vez do seu quarto do velho hotel Old Cataract. Esse hotel que agora contemplamos a bordo de um dos muitos cruzeiros de luxo que sulcam as águas do rio, que num percurso de mais de 2.000 quilómetros atravessa o país, ladeado por ilhas e templos, embarcações de velas brancas e palmeiras que deixam intuir um frondoso vale para além do alcance das nossas vistas. Observado desde Cairo, no momento em que o Sol se funde com ele, o Nilo assusta e atrai simultaneamente. Não há melhor lugar para encontrar a calma que as suas ruas, de tráfego intenso, se negam a dar. Contemplado desde a proa do barco que nos leva rumo a Luxor a sensação mantêm-se: a de flutuar sobre um imenso rio com ânsia de mar que, em cada curva do caminho guarda um valioso pedaço de história. E isso assusta e atrai tanto como as páginas de uma novela de mistério.

Texto: Silvia Roba - Fotos: Remedios Valls
 

Ver outros artigos

  1. 1
  2. 2